Quando devo procurar uma consultora de amamentação?

Sabia que essas profissionais são importantes não só durante a fase de amamentação?

mãe amamenta bebê

A amamentação é uma fase carregada de dúvidas para as mães. Leite fraco, tamanho dos seios, preparação dos mamilos, alimentação da mãe, mamadeira, chupeta e muitas outras questões são frequentes. É aí que entra o trabalho das consultoras de amamentação. Elas podem tirar todas essas dúvidas e preparar as mães para essa fase.

A fonoaudióloga e consultora de amamentação Natalia Zveibil explica: “A gente prepara a mãe para o nascimento do bebê para estar realmente informada para começar o processo de amamentação, que não é nada fácil.”

Preciso de uma consultora antes do parto?

Muitas pacientes buscam esse tipo de profissional mesmo antes do bebê nascer, porque querem informações e orientações para amamentar. As mães desejam saber se é necessário preparar as mamas, o que devem fazer na maternidade e até os cuidados que devem ter ao chegar em casa com o bebê.

Natalia detalha como é esse trabalho antes do nascimento:

“Passo as orientações de como preparar ou não a mama, o que fazer, o que esperar do bebê, os tipos de leite. A gente prepara a mulher para o que vem por aí.”

E quando o bebê nascer?

A fonoaudióloga revela que a maior parte das pacientes procura ajuda quando sai da maternidade com dificuldades para amamentar. “Quando o leite desce ou quando sai da maternidade com uma fissura mamária é que a maioria acaba chamando uma consultora.”, conta.  

Esse tipo de profissional pode ajudar as mães de diversas maneiras: auxiliar na pega correta, ensinar posições para amamentar e verificar se existe algum problema que dificulte as mamadas. Algumas crianças, por exemplo, nascem com a anquiloglossia, mais conhecida como língua presa, o que também pode causar dor na amamentação ou até o desmame precoce.  A consultora pode identificar o problema para que o bebê seja submetido ao tratamento.

Outra atribuição das consultoras é explicar cada fase do leite e dar dicas de alimentação para aumentar a produção láctea.  Orientar sobre a freqüência das mamadas e como reconhecer os sinais de fome do bebê também são assuntos abordados pela profissional. Como os recém-nascidos têm diferentes necessidades é preciso entender a demanda deles ao invés de estipular horários rígidos para amamentar.

O uso de chupeta, mamadeira e bicos de silicone também é algo que deve ser discutido com a consultora para que não atrapalhe a amamentação.  

A consultora pode ajudar quando a mama está ferida?

As fissuras, rachaduras, ardência, descamação e sangramentos nas mamas também podem ser tratados por essa profissional. Ela apontará a causa do problema e indicará o que deve ser feito para tratar as mamas como o uso de pomadas, laserterapia ou até manter os seios arejados para acelerar a cicatrização.

Como a consultora de amamentação trabalha?

Esse é um trabalho personalizado e pode ser feito em domicílio ou no espaço de trabalho da profissional. São oferecidos pacotes com algumas consultas ou visitas para uma necessidade eventual.

O trabalho de uma consultora pode acontecer antes do parto, no pós-parto e até mesmo para um desmame. “A consultora pode ser solicitada em muitos momentos da amamentação. Ela não vai necessariamente atender a mulher que não está conseguindo amamentar, pode ser para orientação e pode sim ser para a solução de problemas.”, sugere Natalia.

Nos ajude a enriquecer ainda mais essa conversa sobre amamentação e use o espaço abaixo para compartilhar as suas experiências!



2 thoughts on “Quando devo procurar uma consultora de amamentação?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *