O que torna um sutiã de amamentação bonito e confortável

O que torna um sutiã de amamentação bonito e confortável

Durante a gestação, com o corpo mudando e a barriga crescendo, a mulher busca peças de roupa confortáveis e práticas. No pós-parto, então, nem se fala. A recém-mamãe quer distância do que aperta ou causa desconforto, principalmente em relação ao sutiã de amamentação. E é pensando nisso que os produtos da Maya Lingerie são desenvolvidos. “Nossas peças prezam pelo conforto, mas também precisam ser bonitas para valorizar a mulher. Sem esquecer que elas devem ser práticas e funcionais. Até porque de nada adianta um sutiã de amamentação lindo se ele não cumpre bem a sua função: praticidade na hora de amamentar”, diz a fundadora e proprietária da Maya Lingerie, Natália de Souza Pereira.

A produção da lingerie Maya passa por várias etapas. Uma estilista desenha o produto, em seguida vai para a modelista, que faz a peça-piloto. Com a aprovação, é hora de fazer a grade de tamanho dos moldes. A partir daí vai para a confecção com os aviamentos e tecidos escolhidos. E, ufa!, a peça está pronta!

fecho do sutiã de amamentação Maya Lingerie
Um dos diferenciais do sutiã de amamentação da Maya Lingerie é o fecho reforçado, com seis regulagens

Aliás, outro cuidado característico da marca é com a seleção do material. A escolha dos tecidos, rendas, elásticos e aviamentos privilegia a indústria nacional. As rendas são confeccionadas com fios Lycra, garantindo melhor qualidade e durabilidade da peça. As alças dos sutiãs são soldadas por um equipamento específico, em vez de serem costuradas. E os fechos são reforçados, com seis regulagens nas costas, e não três.

“Trabalhamos com alças largas e com a base lateral do sutiã mais larga também. Muita gente acha que só as alças dão sustentação para o sutiã. E na verdade é o conjunto todo que contribui para sustentação e conforto”, explica Natália.

Outro diferencial dos produtos Maya é que são desenvolvidos por mulheres. A marca trabalha com três oficinas chefiadas por mulheres e que empregam mão-de-obra 100% feminina. E o principal: o cuidado para ter a certeza que essas profissionais têm os direitos trabalhistas garantidos, sem o risco de contratar trabalho escravo, por exemplo.

A Maya Lingerie está no mercado há três anos. Aqui neste post você pode conhecer um pouco da história da marca. “Hoje encontramos bastante variedade de lingerie no mercado. O que o consumidor precisa, antes de comparar preço, é comparar a qualidade do produto. E também tentar conhecer um pouco da cadeia produtiva da peça. O diferencial está aí”, diz a proprietária.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *