Como identificar problemas de visão em bebês

Como identificar problemas de visão em bebês

Você sabe identificar sinais que podem indicar problemas de visão no seu bebê? Em casa, com medidas simples, é possível medir a visão das crianças a partir do 7º mês de vida, conforme o Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Já em recém-nascidos, é preciso estar atento se o bebê apresentar olhos vermelhos, secreção, pupila branca, lacrimejamento constante, olhos que fogem da luz, olhos estrábicos ou olhos esbranquiçados. Se perceber alguma alteração, leve ao oftalmologista.

Existem cerca de 1,4 milhões de crianças no mundo com alguma categoria de deficiência visual, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Estima-se que em torno de 80% dos casos poderiam ter sido evitados ou tratados de forma mais eficiente com um acompanhamento oftalmológico. Durante a pandemia da Covid-19, ainda houve aumento nos casos de miopia em crianças, como contamos neste post.

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia sugere uma dinâmica simples para ser feita em casa com bebês a partir dos 7 meses: coloque o objeto que a criança mais gosta no chão e feche um olho dela com um tampão (pode ser comprado pronto nas farmácias ou pode ser feito com gaze, algodão e esparadrapo micropore para fixação no rosto). Em seguida, observe o comportamento da criança: se pega o objeto, se o analisa, se põe na boca. Faça o mesmo com o outro olho. A reação deverá ser a mesma. Se a criança for maiorzinha e souber andar, peça-lhe para pegar algum objeto e trazê-lo para você com um olho tapado. Já a criança mais velha pode informar o que vê através da janela do ônibus ou do carro, sempre fechando um olho de cada vez. 

É importante frisar que quanto mais cedo receber o diagnóstico, maiores as chances de cura ou tratamento. Sintomas podem ajudar a identificar doenças variadas, sendo mais simples o tratamento até problemas mais preocupantes, como estrabismo, defeitos de grau (hipermetropia, miopia, astigmatismo) e até mesmo catarata congênita. Fique atento aos sinais, pois ter uma visão do comportamento padrão do seu filho ou filha pode ajudar a compreender quando algo está fora do comum. 

Em matéria para a Revista Veja Saúde, a oftalmopediatra, Diana Danda, contou sobre a necessidade de cuidados com a saúde ocular do bebê ainda na gestação, durante o pré-natal, identificando possíveis doenças que afetam a visão. E, em recém-nascidos, é necessário realizar o teste do olhinho, um exame essencial para detectar alterações que precisam de intervenção médica urgente.

Consultas periódicas com o oftalmologista são importantes para garantir a saúde de seu bebê. Negligência na saúde ocular no início da vida pode afetar o desenvolvimento psicomotor e a capacidade de comunicação, fatores que prejudicam o bem-estar de bebês e crianças ao longo de suas vidas.

Sinais que podem indicar problemas de visão

De acordo com o Centro de Oftalmologia Avançada

Em crianças com menos de 1 ano:

  • Desvios repentinos dos olhos
  • Lacrimejamento ocular
  • Reflexo esbranquiçado nos olhos em fotos

Em crianças com menos de 2 anos:

  • Lacrimejamento ocular
  • Desvio dos olhos 
  • Dificuldade de fixar o olhar 

Em crianças com menos de 6 anos:

  • Lacrimejamento ocular
  • Desvio dos olhos
  • Dificuldade de fixar o olhar 
  • Dificuldade de leitura
  • Dor de cabeça
  • Náuseas
  • Ficar perto da TV, computador ou livros para enxergar melhor


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *