fbpx

Gestação, amamentação e muito mais

Como escolher a maternidade ideal

Como escolher a maternidade ideal

Escolher a maternidade onde seu filho vai nascer é uma das decisões que afligem muitos pais – principalmente os de primeira viagem. Certamente, a opção do hospital para o parto seja, entre as várias escolhas desse período, a mais importante e significativa. Nessa hora é comum que surjam dúvidas. Afinal, o que devo saber para fazer a escolha certa da maternidade?

Pensando nas mamães que ainda não sabem por onde começar, elencamos alguns pontos importantes para serem levados em consideração na pesquisa da maternidade. Lembrando que esse é um passo valioso para você ter mais tranquilidade e segurança na hora do parto, prevendo futuros problemas.

Converse com seu médico sobre a maternidade ideal

A essa altura você já deve ter decidido quem será o seu obstetra, certo? Muito bem. Durante as consultas de pré-natal, ele será um ótimo “consultor” para esclarecer dúvidas relacionadas às questões do parto. Verifique em quais hospitais esse profissional atende e quais ele recomendaria (por conhecer diferentes maternidades, os médicos sabem dizer quais estão mais preparados em caso de urgências, onde estão os melhores equipamentos…). As maternidades privadas aceitam equipes de fora, desde que tenham sido cadastradas.

>> A licença-maternidade só começa quando o bebê nasce?

Saiba como funciona o plantão da maternidade

Se você optar por fazer o parto com a equipe do hospital, se informe sobre o procedimento adotado a partir da chegada da gestante à maternidade. Por determinação da Agência Nacional de Saúde ANS, todos os hospitais devem ter uma equipe de médicos plantonistas para atender emergências. Confira na maternidade se ela tem sempre um time completo, com pelo menos obstetra, pediatra neonatologista e anestesista.

Visite as maternidades

É muito importante conhecer pessoalmente as maternidades. Geralmente, as visitas funcionam com horários agendados e no próprio site ou por telefone é possível marcar. Observe como é a estrutura, os serviços, procedimentos de rotina, as acomodações, como agem em caso de emergência. Importante também perguntar sobre a política da maternidade em relação a doulas e acompanhantes e sobre os procedimentos adotados nos diferentes tipos de partos. Perguntar nunca é demais! Ideal é que você saia de lá com as dúvidas esclarecidas.

Verifique se o plano de saúde cobre a maternidade escolhida

É importante verificar em quais maternidades seu plano de saúde tem cobertura. Não esqueça também de se certificar quais os serviços cobertos pelo convênio e esclarecer questões como reembolso, se há coparticipação, tipos de acomodações, acompanhantes.

Converse com quem já teve filho naquela maternidade

Sempre é bom contar com referências de pessoas conhecidas que tiveram filhos recentemente. Elas podem relatar como foi a experiência na maternidade que você está interessada. Ninguém melhor do que essas mães e pais para relatar prós e contras do local escolhido.

Preste atenção às acomodações da maternidade

Tá certo que ninguém vai pra um hotel, mas é importante prestar atenção em como são as acomodações da maternidade onde mamãe e bebê devem ficar internados de dois a três dias (se tudo ocorrer dentro dos conformes). Observe como é o banheiro, circulação de ar, iluminação. Pergunte sobre os serviços para acompanhante, se há cama ou poltrona para ele dormir e também em relação às regras da maternidade sobre decoração, visitas, etc. Há locais, por exemplo, onde flores são proibidas.

Verifique se a maternidade tem UTI neonatal e de adulto

Claro que ninguém deseja, mas é preciso pensar em caso de complicações no parto para mãe e bebê. Confirme a existência de UTI neonatal e de adulto. Caso não tenha, certifique-se de qual o procedimento que o local adota em caso de emergência tanto para o recém-nascido quanto para a mãe.

Saiba como é a segurança da maternidade

Tudo bem que troca de bebês ou caso de sequestros é mais coisa de novela do que vida real. Mas pensar em segurança nunca é demais, principalmente em grandes centros. Quando visitar as maternidades, pergunte como funcionam as recepções e os cuidados com segurança do recém-nascido. Há hospitais com controle de acesso em entradas e corredores e também sistema com pulseira eletrônica para rastreamento do bebê até a alta. Lembrando que isso também é importante porque pode ser que o bebê não fique 100% do tempo no quarto com a mãe.}

Leve em conta a localização da maternidade

A hora do bebê nascer é imprevisível. A gente até pode prever e se preparar, mas não adianta: se não há complicações na gestação, quem manda é o neném. Por isso, é importante pensar em uma maternidade que não esteja tão distante da sua casa. Simule trajetos e tempo para chegar principalmente em horários de pico. Afinal, você já imaginou alguém em trabalho de parto tendo que atravessar a cidade num trânsito caótico



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *